Quem sou eu

Meu nome é Ana Passos. Sou joalheira, fotógrafa, doutoranda e blogueira.Ana Passos e a bancada de joalheria
Nasci em Salvador, fui criada no Rio de Janeiro e moro em São Paulo desde 1999.
Comecei meus estudos de ourivesaria e história da joalheria em 1987. Fui aluna dos artistas e joalheiros Caio Mourão, Marcio Mattar e dos fotógrafos Monique Cabral, Inaê Coutinho e Walter Firmo.
Já em São Paulo, estudei na Escola Arte Metal, no Atelier Califórnia 120 – com Michael Striemer e Rudolf Ruthner – e no Atelier Mirla Fernandes.
Desde 2002, participo de exposições coletivas. Em 2008, inaugurei meu atelier, onde crio e executo joias, pesquiso e escrevo sobre joalheria.
Sou mestre em Memória Social e Documento pela UNI-RIO e, em 2015, iniciei doutorado em Educação, Arte e História da Cultura na Mackenzie.

Se quiser falar comigo, é só escrever um comentário num dos posts, mandar um email direto para mim (ana@anapassos.art.br) ou enviar uma mensagem lá em Contatos.

6 Comments

  • Reply Fernanda azzi 1 de março de 2016 at 0:14

    Amei a sua matéria sobre as joias do Oscar!! Parabéns pelo seu excelento trabalho e texto.
    Beijos
    Fernanda

    • Reply Ana 1 de março de 2016 at 19:13

      Fernanda, muito obrigada! Seu elogio me anima a continuar. Beijos, Ana

  • Reply Raquel Alice De souza 30 de maio de 2017 at 14:15

    Ana gostei muito do teu blog principalmente pelo nome bliss que sempre me faz pensar na poeta E.D.
    Ana o que recomenda á alguém que tem muitas ideias de design.Mas não consegue nem fazer um reta com uma régua ?rsrsrsrsrs)

    • Reply Ana 5 de junho de 2017 at 13:18

      Raquel, há várias profissões relacionadas com o mundo das joias e bijuterias. Você pode se aventurar pelo comércio ou pelo desenho de joias. Na ESPMIX – Escola de Joalheria e Design (http://www.espmix.com.br/), você pode explorar inúmeras opções sem acidentes. O curso de desenho trabalha tanto com ideias quanto com ilustração dessas ideias. De qualquer forma, eu experimentaria a bancada de joalheria, não é tão perigoso e é fascinante. Boa sorte! Beijos, Ana

  • Reply Raquel Alice De souza 30 de maio de 2017 at 14:17

    E esquece coisas como o outro arco do parêntesis…Imagine eu mexendo com química?

  • Reply Raquel Alice De souza 30 de maio de 2017 at 14:29

    ops dos

  • Leave a Reply